segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

O Gato Que Ri.

O ano mal virou e eu me masturbava. Gozar de novo. Escravo. Encaro na boa que o unico sentido nao hipocrita na vida seja o prazer. Ok e adoro isso. Mas quando entendi que sexo nao vai alem de um imperativo biologico, um jogo de iniciantes para plateias inseguras e condicionadas, ele virou  coleira de humilhaçao.  Gozo por obrigaçao. No meu mundo ideal a quimica é um sniper perfeito gritando HEAD SHOT!! O tiro chega e tudo entra na sua mais alta resoluçao. Empatia em nivel atomico. Sorriso Cheshire. O real é produzido em laboratorios e eu substituiria meu pau por uma seringa de perfeiçao. Sem bad.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Facebook, Internet e Maos dadas.

Posso gozar na sua boca e ainda assim nao seremos intimos. Fui o primeiro que realmente comeu teu cu porque fui seu grande amor? Caralho, e dai porra? Trocar fotos ousadas nao significa nada alem da demonstraçao que quero te foder, e isso pode passar facilmente. Ja me escutou chorando quando eu estava desesperado? Ok. Voce deve entao saber algum segredo meu. Provavelmente escreverei sobre em algumas semanas. Ninguem significa nada. Voce nao significa nada. Minha pele tem memoria de peixe e nao vejo problema nisso. Maos dadas na rua, sorrisos de cumplicidade, apelidos carinhosos ou dividas que jamais vou pagar. No fim, é bem facil dizer foda se.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Trilhas.

A simplicidade dos prazeres sutis e sua troca do risco por agua. As desculpas do medo como moralidade e a comida embrulha no meu estomago. Quanto mais passos eu dou menos sinto o peso moral. É uma leveza que fica na lingua e dissolve devagar. O ato, qualquer que seja, tem que ser uma escada para novos lagos de dopamina, serotonina e dissoluçao. A verdade aparece no espelho. So monologos me trazem novidades. Os outros tem cheiro de merda e porra seca. Baratas e flatulencias. Banalidade e tedio. Continuo escolhendo. Estou entre eles mas nao sabem o motivo. Isso me diverte. Alguns parecem entender mas tudo é contornavel. É o que eles acreditam.

Tudo Bem Com Benflogin.

Um video gravado antes, durante e apos a minha experiencia com benflogin(benzidamina).

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O Calor Antes Do Chao.

Acordo. 19:23. Mensagem para uma transa 20:30 que no final foi remarcada pras 20hs. Sem almoço e ainda bem fraco da benzidamina. Ninguem chega ao paraiso pulando a roleta. Pego uma carona, espero um pouco e ela aparece. Motel? Motel nao. Alguma rua nova, algum beco ou sombra pouco discreta. Papo rapido mas divertido. So da para conversar direito com mulher se ela for bissexual. Terreno abandonado, area pra desova ou soltar cavalo dado. Saia jeans sem calcinha e depilada. Poucos minutos metendo e to suando frio. Continuo porque sou um coelho suicida e viciado. Ela esta gemendo e vou desmaiar.  

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Praia, Ciganos, Vinho e Benflogin.

Eu ja tive uma crise de gastrite. Fui pro chao, meu vizinho me levou pro hospital e chorei porque a dor nao parava. Um picador de gelo rodando atraves da porra do furo na minha barriga. Fiquei tres dias sem comer, perdi peso e ganhei um trauma fudido. Gordura no estomago vazio. Desde entao fico atento. Dai dia desses paro pra me informar melhor sobre um remedio que tomava quando criança: benflogin. O benflogin que meus amigos usavam pra chapar quando eu era um quase virgem de visao em preto e branco. Admito que fiz a escolha certa. Passei a adolescencia com pouco sexo, nenhuma substancia ilicita no corpo e muitos livros, HQs, musica e punheta. E era hetero. Ganhei disciplina. A minha disciplina e nao alguma implantada ou engolida pelo cu. Quando me senti pronto usei LSD. De cara. Nao adianta o papo de "ter uma onda natural", ou "sou naturalmente alterado". Nada no mundo se compara a uma boa droga. Se voce for bipolar a fase maniaca lembra um pouco cocaina. Um pouco. Se voce tem medo de usar ta otimo. Mais que normal. Mas essa de "brisado de nascença" va contar para o padre que come o teu filhinho. Ele vai fingir que credita, eu nao. Depois da primeira trip veio bastante sexo e ocasionalmente uma quimica ou outra. Nao conto a vida em bens ou dinheiro no banco, conto em experiencias pessoais intensas. Nada mais patetico que um a pessoa morrendo com milhoes em grana nao usada. Humm... benflogin. Certo. Pelo que pesquisei em sites estrangeiros saquei que o principio divertido e ativo dele é o cloridrato de benzidamina e que ele lembra o meu primeiro amor, o fascinante LSD-25. Na farmacia e por menos de 8$!!!! O escroto é que a benzidamina, para dar onda, tem que ser numa quantidade que pode estuprar seu estomago e o meu é um viadinho hipocondriaco criado com froot loops e leite desnatado. Por ser um coelho curioso  vou contando com um bom almoço para forrar a usina, otima praia e se der merda o carvao ativado do Mr. Dam. Um local agradavel ja contribui uns trinta por cento para  viagem dar certo. Eu ia tomar 13 comprimidos e no fim foram 16. Andava eu com os senhores Marroquino e De Azeredo pela BR e paramos para comprar vinho de 10$. Benflogin bate mesmo é combinado com alcool. Maximiza. Vai por mim. Levou coisa de uma hora para rolar o sopro inicial. Agitado feliz. Um tempo depois veio a ninfa da estetica visual estilo doce. Apos tres horas e meia parecia que eu tinha tomado o melhor ecstasy direto no cerebro pingando acido lisergico da Sandoz. Quebrei a banca com a pica. Orgasmo de corpo inteiro olhando para uma batalha universal de nuvens completamente vivas e absurdamente melhores em xadrez do que eu. E vinho pra dentro. Foi ter o apice das minhas duas drogas favoritas em uma. Sem traficantes. Sem ter que esconder de ninguem. E PURA! Levantei e dei uma mijada transcendental na areia. As gotas eram douradas e na forma de Tic-Tac. Simetricas que poderiam ser usadas como brincos da mulher do Bill Gates. Na volta paramos em um acampamento cigano. Merroquino queria que lessem a sua mao. Fui junto. Veio uma cigana e me puxou pra tenda dela. Embora ela estivesse interessada em tirar cada centavo meu, estar naquela brisa naquele local foi ter um sonho dentro de outro. Leu minha sorte. Soltei 5$ mas daria 20$ se a filha dela de uns 14 anos viesse lamber meu pau gelado. De novo no carro e eu via a estrada como num independente do Lars Von Trier preparado para matar a fome dos olhos e do nada vem o EFEITO BRUCE LEE fazendo o arrasto no que se move. Jackpot.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sonhando Acordado Com Cha De Trombeta


video
Minha experiencia em video com o cha de trombeta. Praqueles que sabem apreciar as melhores coisas da vida.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Geni.

Praticamente todos falam mal dela. Crocodilos andando no meio das ruas, pessoas te atacando do nada, pentagramas de sangue escorrendo pelas paredes, descontrole intestinal e insanidade permanente. Isso seria o minimo. Um amigo que quando conheci era quase membro de algum grupo anti drogas e meses depois estava internado por ter quebrado cada canto do apartamanto da sua mae, corrido pelado na parte mais movimentada da cidade e perdido completamente o contato com a realidade. Nao que a realidade basica seja algo necessariamente bom. Trombeta. Considerava seus efeitos sujos e imperfeitos. Coisa de hippie burro, logo, desnecessaria. Praticamente ja experimentei todas as drogas principais. As portas da minha percepçao nao foram simplesmente abertas elas foram estupradas e agora me sinto bem mais seguro para entrar e sair de pesadelos. O garoto selvagem chegou com quatro flores e foi embora. Tirando a media do que pesquisei, tres flores seriam o provavel suficiente para uma brisa intensa sem no entanto ter que parar no hospital. Sou um viajante e nao um masoquista. Estava com Marroquino e De Souza no apoio. Em caso de erro tenha sempre amigos por perto. Ter experiencia nao faz de voce infalivel. Flores picadas e fervendo ate o amarelo. Cheiro de alface. Gosto de alface. Bebi metade e pedi para sairmos da cidade, para partirmos pra praia. Regra importante sobre uso de drogas: use sempre num local em que voce podera explanar. Se controlar por causa de estranhos ou policia quebra metade do prazer da viagem. Estamos no onibus e sei que algo mudou. Pergunto pro Marroquino: midriase?? Hahaha. Siimm! O Sonhar estava chegando. Abro a mochila com dificuldade(minha coordenaçao nao estava nada boa) e tomo o resto. Queria ter certeza que bateria mas levava carvao ativado caso tivesse me excedido. O onibus para. Chegamos e quando me levanto minhas pernas nao fazem questao de colaborar. Pesadas e em intervalos se desligavam completamente. Coisa bem rapida mas o suficiente para me dar a impressao de que iria cair. As luzes brilhavam mais e la estava eu novamente atravessando o espelho. Sempre uma terra nova. Sede. Muita sede. O caminho do ponto de onibus ate a praia nao era longo mas me pareceu infinito. Sento na calçada e vejo latas de lixo sofrendo distorçao, ficando com formas mais humanas. Nao so as latas de lixo mas qualquer objeto novo. Carrego na força de vontade e volto a caminhar. O vento era delicioso. A rua reta estava ficando torta mas nao era desagradavel. Deu um tesao forte na boca, uma fome de chupar boceta, de lamber coxa e cu. Nada genital, unicamente coisa da boca em colaboraçao com a lingua. Piso na areia da praia e é noite. Vou mais pra frente sem estar nada perto da agua. Sento e naquele momento me encaixo no cenario como a ultima peça do quebra cabeça, fico relaxado e imovel no escuro. Enquanto com maconha eu absorvo uma parte de cada componente local com a trombeta eu era parte de local mas uma parte perfeitamente definida e unica. Marroquino pergunta se esta tudo bem e respondo que estou otimo. Ele se afasta e nem percebo. De Souza tambem pegou outro caminho. Sabiam que eu nao teria problemas. Poderia ter ficado na mesma posiçao por horas, dias ou o resto da minha vida. Um prazer frio e calmo na imobilidade e contemplaçao. Alguem se aproxima. É Marroquino virando uma mancha tremula, um borrao dinamico se expandindo e se contraindo no ar.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Os Dias.

Deve ser espontaneo como o primeiro choro ou a primeira ereçao. Quando voce diz eu te amo pensando ter dito obrigado. Quando voce queima a mao no fogo depois de tentar segura lo. A pressa corrompe o prazer. Precisa maturidade. Preparar os pulmoes e correr nu, fazer distancia do ultimo medo e sentir se perfeito por nao encontarar mais ninguem. Um sorriso acima de todos os narizes. Uma centopeia com pernas de aço dando voltas so para ver as marcas na carne fina, sussurrando dias e horas erradas. Serei melhor que ela. Pensar, esperar e jejuar.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A Lagoa.

No fim do mundo. No inicio do inferno. Um lugar lindo cheio de pessoas feias. Fungos grosseiros crescendo na humidade da cachaça, bebendo a musica dos porcos e gritando os dialetos das tribos anãs. Baseado preparado, quatro pra dentro e a mudança me abraça explicando a sua versao dos fatos. O calor é vermelho e invasivo. Me protejo. Minha vontade é escudo e os tambores de fora sao mais rasteiros que as sandalias ao meu lado. Que fiquem em baixo delas. Alienaqtor liga o laptop e o que sai dele afasta o som das moscas. Tenho que fechar os olhos pra ver o que vai nascer. Os graficos perfeitos, uma linguagem sem letras ou simbolos conhecidos. Tudo respondido e esquecido em milionesimos de segundo. Vi as grandes questoes se envergonhando, sendo desnudadas, expostas na sua simplicidade. E todas eram basicas e infantis. O tempo rasgou as regras.