sábado, 27 de abril de 2013

Adicto.

Voce anda despreocupado por qualquer lugar e para de repente, e percebe de repente que existe um gancho fino enterrado num ponto da sua espinha. Presa nesse gancho tem uma linha que se perde na distancia ou memoria. As maos quase nao alcançam e quando o dedo encosta de leve todos os erros sorriem e se orgulham.  No meio das respostas perfeitas a vergonha te observa, a maior vergonha abraçada ate a indistinçao no unico prazer que algemou o seu controle. A vergonha que nao pode ser nomeada para nao ficar mais forte, aquilo que te foi dado e se tornou insubstituivel e a unica resistencia possivel é feita aumentando a contagem dos dias, evitando a facilidade do abuso ou uma estiagem histerica.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Inverno.

E entao eu passo dias coberto de noite. A previsibilidade. Voce deve calar a boca antes de se tornar previsivel. Isso nao vai te permitir avançar tres frases e ai terei que me afastar. Repetiçao e seu martelo e sua bigorna sobre os temas de sempre. O que eles fazem sexta feira depois das 20hs? Por que os onibus lotados de gente oca indo e voltando nesse circulo morto? A densidade dos sonhos. Predios sem peso.

domingo, 21 de abril de 2013

Dramin.

Voce pesquisa e descobre que um remedio barato e inofensivo pode quebrar sua sanidade. Os possiveis efeitos colaterais  e relatos de bad trip pela web espantariam qualquer idolatra de I PHONE ou funcionario publico. Pra mim é so outra fruta que posso colher enquanto aproveito a queda. Parada cadiaca. Parada respiratoria. Coma. Morte. Palavras. Precisava de duas pessoas no apoio caso eu pegasse o caminho do hospital. Azeredo filmaria e Pow chamaria a ambulancia. Pow nao foi e encontramos um nerd com cheiro de leite e a arrogancia de quem prega em catedrais para suinos. 800mg na rua. Memoria falhando. Melhor a segurança de um local controlado. Introspecçao  e relaxamento. Nenhuma dor de cabeça. Nenhum enjoo ou sustos. Sem monstros ou o pior do inconsciente aflorando. Eles riam de algum episodio de American Dad. De certa forma eu estava mais la do que eles jamais estarao. Por que me sentia tao bem? Um pouco de MDMA com LSD e Cocaina. Era pra ser assim? Eu podia ver meu rosto enquanto passava meus dedos por ele.

domingo, 14 de abril de 2013

Inversao.


Se o GLBT fosse maioria essa cena seria comum. Porque somos todos a mesma merda humana.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Sexo E Ruidos.

video
Num estado ideal eu so me moveria, mesmo para respirar, se fosse para explorar a lucidez de no minimo dez orgasmos em um. Nao funciona assim mas é como meu cerebro se comporta geralmente. Procurando a revelaçao de uma nova experiencia fisica e emocionalmente devastadora sem parar, como um radar descontrolado captando e decodificando sons imediatos e imagens passadas. Foder e divagar por pensamentos fragmentados triturando respostas, estando em varios locais simultaneamente. Por a cabeça sobre o travesseiro depois de 48 horas acordado gera a reaçao que se tem ao cheirar a melhor carreira. Os olhos abertos e essa maldita energia me estuprando devagar todos os dias. Algo em mim me diz que dormir é pecado, o maior e mais sujo. O lençol tem cheiro de porra. Minha porra. Litros de porra e insonia.

sábado, 6 de abril de 2013

Intervalo.

Sexo é apenas o inicio.

Some Kind of Speed.


Sexo faz tanto sentido quanto envenenar o cao que atrapalha seu sono. Sao ponteiros de relogio numa corrida de obstaculos ate o pico. Passa tempo. Todo resto é uma merda de passa tempo no vacuo e medo da incerteza. Voce grita e se corta ate cair inconsciente e so na inconsciencia respira a artificialidade da liberdade. Acorde mas tenha cuidado para nao escorregar nas garrafas vazias.

Um Pequeno Livro.

Meu pequeno livro que escrevi depois de um bom tempo de recolhimento. Mudaria algumas coisas nele hoje mas a ideia central continua: http://sharex.xpg.com.br/files/3166488639/o_sentido_da_vida__versao__compacto.rar.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Destrua se.

Minha pretensao é alta e nao serei um modesto hipocrita. Quero o maximo de prazer que um ser humano possa receber. Entre as substancias corretas existe o corpo. A sacralidade é uma mentira. A carne nao é um templo de deuses mas uma cama para devassos esclarecidos. Nao se trata de piercings em mamilos ou clitoris, nao é algo que se ve numa convençao de tatuadores ou em sessoes de sado masoquismo. Domar a dor e converte la. Educar a vontade estuprando a vaidade. A completa negaçao da imortalidade e da fé.