segunda-feira, 21 de outubro de 2013

2c-e Do Vazio Ao Tesao De Um Cão Lisergico.

video
Alguns eu conhecia e outros nao. Todos na van prum local tao distante que nem o motorista sabia chegar la. Bom humor, gritaria e bebedeira. A  boa quimica ficaria pra mais tarde. Seria a minha estreia no 2c-e e depois de ler certos depoimentos acabei ficando meio preocupado. A van se perdeu, se encontrou e paramos no sitio. Tarde pra caralho e os portoes ainda fechados. Geral fazendo suas compras e dropando pras horas alegres. Segurei o meu. Precisava sacar a parte interna pra calcular as possibilidades de vibe. Definitivamente essa turma se satisfazia com pouco. Lugar feio estilo grande garagem abandonada do seu tio avo. Varias velas espalhadas teriam um efeito melhor do que as luzes de la. Um dia devo promover uma festa para ensinar como explodir de verdade os sentidos. Cidade pequena é foda. Andrei foi de 25c, Garota Tatoo, Nay Nay e Novata de 2c-p. Arrisquei e engoli o 2c-e. Foda se a trip alheia de foruns gringos. O que vier eu vou domar mas se intoxicar de mais so me isolando. Hospital seria luxo. Duas horas depois Novata abria seus primeiros sorrisos sem certeza do que estava por vir e eu cada vez virava mais uma folha seca deslizando num cenario lisergico. Imagine voce vendo os efeitos psicodelicos do LSD mas com seus sentimentos embotados e absurdamente superficiais. Se essa fosse a pira da noite eu ficaria realmente desapontado. Meu ego diminuia a ponto deu ser um observador oco da festa alheia. Ego death na roça nao é a minha perspectiva de diversao. Parei perto de Andrei e suas garotas e dei um tempo pra ver se mudava. Mudou. O que eu via estava fazendo conexoes emocionais comigo e aquelas pessoas dançando viraram a representaçao do mais belo caos. Pulavam e gesticulavam, flertavam e eram ignorados, suavam, quebravam pirulitos em suas chuvas internas de serotonina e liberavam psicoses nos braços de Alice. Shulgin estava presente e havia nos adotado. Minha coordenaçao motora caiu pela metade e escolhia meus passos como quem tinha acabado de engatinhar. Colei na area mais agitada e aos poucos fui imergindo no aquecimento de personalidades dissolvidas e batidas hipnoticas. Me afastei e reparei na absurda beleza de varias pessoas. Engraçado que com o 25c elas ficavam tao alteradas que pareciam caricaturas de traços absurdamente exagerados mas no 2c-e o que mais chamava a minha atençao era a beleza. Quem era feio ficava quase invisivel mas os belos e belas ficavam obsessivamente em destaque. Sentei ao lado da Garota Tatoo quando uma gota caiu na sua perna coberta de desenhos. Em menos de dois segundos imaginei como seria passar de leve a lingua na marca dagua, morder a sua pele aos poucos e destaca la daquela coxa como quem tira a pele de um amanita muscaria pra fumar. Eu fumaria alegremente aquela pele tatuada. Sai do transe e Novata estava quase na minha frente, dançando como Shiva e suando e me jogando em novo transe onde eu bebia seu suor ate sumir com minha boca entre suas pernas. Meu tesao pela Novata era algo que so quem ja dropou pode entender. Meu pau nao estava la mas eu queria quase desesperadamente tirar seus short branco e foder com ela bem ali na frente de todos. Como? Nao tenho a menor ideia. Voltei pra cidade de onibus com Andrei, Garota Tatoo e Nay Nay. Meus olhos sobrecarregados de brilhos e cores sem controle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.